0

Bombeiros SP: autorizadas 600 vagas temporárias

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O governador Márcio França autorizou, por meio de publicação em diário oficial, nesta quinta-feira, 6 de setembro, o preenchimento de 600 vagas de guarda-vida em caráter temporário, junto ao Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo. A duração dos contratos será pelo período de cinco meses, de novembro de 2018 a março de 2019. Para concorrer é necessário possuir apenas ensino fundamental, com idade mínima de 18 anos.

O edital de abertura de inscrições deve ser publicado em breve.

De acordo com a autorização governamental, o processo seletivo não deve gerar mais gastos que a última seleção de temporários, realizada em 2017. Desta forma, a remuneração dos contratados deve ser mantida. Na ocasião, o valor foi de R$ 1.290,66, para jornada de trabalho de 40 horas semanais. Os aprovados também contam com auxílios alimentação e transporte.

Em 2017, a seleção também contou com 600 vagas, distribuídas por 14 cidades do litoral: Ilha Comprida (36 postos), Iguape (14), Peruíbe (40), Itanhaém (50), Mongaguá (60), Praia Grande (100), São Vicente (20), Santos (10), Guarujá (50), Bertioga (58), São Sebastião (30), Ilha Bela (12), Caraguatatuba (20) e Ubatuba (50). Também foram oferecidas oportunidades para atuar em São Paulo e São Bernardo do Campo, nas represas Guarapiranga (36) e Billings (14).

Para a inscrição não é cobrada taxa. A seleção costuma ser feita por meio de quatro fases: provas práticas de habilidades técnicas, análise de documentação, apresentação de atestado médico e investigação social

Atribuições do guarda-vidas
Realizar as medidas necessárias à proteção de banhistas, que consiste em identificar os riscos de afogamento em uma praia, ou represa, sob a supervisão de um Bombeiro Militar, sinalizando estes riscos, orientando os banhistas sobre os riscos existentes nas praias ou represas e alertando os banhistas que estejam em risco iminente. Realizar salvamento simples de um banhista, adentrando na água com os equipamentos adequados, nadando, atendendo à vítima de afogamento e retirando-a da água até um local seguro, sem riscos para o executante. Prestar suporte básico da vida à vítima de afogamento ou de outros incidentes em sua área de atuação, bem como atender outras emergências pré-hospitalares como auxiliar de um Bombeiro Militar.

Prestar auxílio a um Bombeiro Militar em atividades de prevenção na da faixa de areia, na distribuição de material de educação pública, pulseirinhas para identificação de crianças, cartazes entre outros meios de alertar o banhista sob os riscos de afogamento. Promover a limpeza e conservação das dependências de seu local de trabalho e de seus materiais de serviço.

Fonte: JC Concursos 

Matriz

De segunda a sexta: das 8h00 às 22h30
Aos sábados: Das 8h00 às 12h00

Rua João Nutti, 2195
Ribeirão Preto - SP

(16) 3235-2900

WebSampa Publicidade & Sistemas Web